Diretoria do Águia está tranquila com o caso Tobias.

Diretoria está tranquila com o caso Tobias
Diretoria está tranquila com o caso Tobias

 

Uma notícia de bastidores pegou a diretoria do Águia de Marabá de surpresa na noite desta terça-feira. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e/ou alguns clubes que disputam a Série C do Brasileiro poderiam denunciar os paraenses no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), alegando a irregularidade do zagueiro Tobias na partida de estreia do Azulão na série C, diante do Paysandu, realizada no dia 26 de abril.

Tobias, não entrou em campo no jogo entre Águia e Paysandu, mas foi relacionado e compôs o banco de reservas. A alegação seria de que, no dia do confronto, o nome do jogador não estaria no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. O Águia teria encaminhado à Federação Paraense de Futebol (FPF) e CBF dois contratos de Tobias. O primeiro estaria sem a assinatura do presidente do clube, Sebastião Ferreira, o Ferreirinha. Constatado o erro, um novo contrato, já assinado pelo mandatário, foi registrado, enquanto que o anterior foi cancelado.

O Diretor de Futebol do Águia João Galvão, se mostrou tranquilo com a informação da suposta irregularidade de Tobias e afirmou que o clube tem a comprovação de que o nome do zagueiro estava BID no dia do jogo contra o Paysandu. “Nós somos muito criteriosos quanto a isso, nós temos as provas de que o nome do Tobias estava no BID. Antes do jogador ir para o jogo somos cuidadosos em verificar a situação de cada um, a gente pede informações para outras Federações para saber se não está suspenso ou se tem alguma punição. Vocês pode ter certeza de que o Tobias regularizado e temos prova disso”. Disse Galvão.

O Águia não foi notificado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva pela suposta irregularidade. Caso seja julgado e culpado, o clube pode perder pontos na Série C e ainda ser multado.