PAULO WANZELER TEM PENA REDUZIDA PELO TJD

Paulo Wanzeler teve pena reduzida e liberado para o Brasileiro (Foto: PH)
Paulo Wanzeler teve pena reduzida e liberado para o Brasileiro (Foto: PH)

O Tribunal de Justiça Desportiva do Pará TJD-PA reduziu a punição que havia dado ao goleiro Paulo Wanzeler, acusado de ter agredido um assistente de arbitragem do jogo entre Cametá e São Francisco, valido pelo Campeonato Paraense desse ano. Nesta segunda-feira (15) O goleiro foi punido 180 dias sem atuar em jogos de competição regionais.

Paulo Wanzeler foi expulso quando jogava pelo São Francisco de Santarém, numa partida válida pelo campeonato paraense no estádio Parque do Bacural em Cametá, o goleiro teria ameaçado e agredido verbalmente o assistente de arbitragem Márcio Gleidson Correa Dias. O TJD julgou e puniu o jogador com 365 dias sem jogar e uma multa de R$ 10 mil.

Já no Águia de Marabá, atual time do goleiro, o TJD chegou a conceder efeito suspensivo a Wanzeler, que ficou liberado para jogar pelo Azulão. Em segundo pleno, realizado nesta segunda-feira, o Tribunal de Justiça diminuiu a punição com suspensão da multa e a diminuição dos dias suspensos para 180 dias, com isso a punição que se estendia ao campeonato da serie C, perde seu efeito, passa somente valer em competições regionais.

Apesar da suspensão, o goleiro se sentiu aliviado. “Mesmo com a punição, fico feliz, já que ia ficar um ano sem jogar. E agora estou suspenso só no paraense, poderei atuar em jogos nacionais”, finalizou o Paulo Wanzeler.

A diretoria do Águia de Marabá deve se mobilizar para tentar liberar o atleta. A intenção é o guardião possa disputar o campeonato paraense da segunda divisão que deve começar no mês de agosto. Segundo o Presidente Ferreirinha, o departamento jurídico vai estudar o caso.

Por: Paulo Henrique